eSocial: entenda mais sobre a sua importância e implantação

eSocial: saiba detalhes do programa, como implementar, quais as obrigações e muito mais!

O eSocial (Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas) é um projeto do Governo Federal que engloba a Receita Federal, o Ministério do Trabalho e Emprego, o Ministério da Previdência Social, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e a Caixa Econômica Federal, com o objetivo de reunir e centralizar, de forma digitalizada, todas as informações a respeito de condições trabalhistas, previdenciárias, fiscais e tributárias das empresas, (incluindo MEIs com empregados) e trabalhadores. A adequação das empresas ao eSocial é obrigatória e o não cumprimento pode acarretar em diversas “dores de cabeça”, como penalidades e multas.

Quais as vantagens do eSocial?

Para as empresas, a vantagem do eSocial é a desburocratização do processo de prestação de informações ao governo, além de reduzir tempo e papéis. Porém, além das inovações, o programa trouxe também diversas exigências. Todas as empresas devem seguir as Normas Regulamentadoras (NR’s) impostas pelo Ministério do Trabalho. Nisso, o eSocial também interfere. Uma das ideias principais dessa inovação é criar uma gestão ativa e eficiente em relação às NR’s. Ou seja: o objetivo é que o registro de informações referentes às Normas Regulamentadoras seja feita de forma mais rápida do que antes. Percebe, agora, a importância de se preparar para o eSocial?

esocial-2018

O intuito é fazer que a prestação de informações seja comunicada à medida que haja necessidade de atualização (como, por exemplo as NR’s, que antes eram exigidas mensal e anualmente, agora deveriam ser atualizadas assim que houver necessidade). Um exemplo: caso um funcionário sofra um acidente de trabalho e seja afastado, a empresa terá até um dia útil seguinte ao acidente para atualizar o afastamento do seu funcionário no eSocial.

Por isso, a melhor forma para evitar problemas com o eSocial é buscando a assessoria de uma empresa atualizada e especializada, como o Grupo Gestor Vida. Assim, a sua empresa terá todo o suporte quanto ao eSocial e a sua adequação às Normas Regulamentadoras.

Quais são os sistemas de informação substituídos pelo eSocial?!

De acordo com o Governo Federal, os empregadores passarão a comunicar ao Governo, de forma unificada, 15 obrigações. São elas:

GFIP – Guia de Recolhimento do FGTS e de Informações à Previdência Social
CAGED – Cadastro Geral de Empregados e Desempregados para controlar as admissões e demissões de empregados sob o regime da CLT
RAIS – Relação Anual de Informações Sociais.
LRE – Livro de Registro de Empregados
CAT – Comunicação de Acidente de Trabalho
CD – Comunicação de Dispensa
CTPS – Carteira de Trabalho e Previdência Social
PPP – Perfil Profissiográfico Previdenciário
DIRF – Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte
DCTF – Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais
QHT – Quadro de Horário de Trabalho
MANAD – Manual Normativo de Arquivos Digitais
Folha de Pagamento
GRF – Guia de Recolhimento do FGTS
GPS – Guia da Previdência Social

É interessante para as empresas a aquisição de um sistema integrado com o eSocial, que tenha como foco o controle das informações e prevenção, oferecendo Gestão em Treinamentos, Gestão em Segurança do Trabalho – EHS, Gestão em Saúde e Exames Ocupacionais, entre outros, estabelecendo uma comunicação direta para transmissão de informação ao eSocial. Nós oferecemos esse sistema: o GESTORH. Entre em contato conosco para conhecê-lo melhor!

Se você tem mais alguma dúvida sobre o eSocial ou deseja uma consultoria, fique à vontade para entrar em contato conosco!
Nosso e-mail: treinamento@grupogestorvida.com.br
Telefone: (31) 3617-8033

7 ideias sobre “eSocial: entenda mais sobre a sua importância e implantação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *